Segunda

O Ano Espiritual, consagrado à reflexão e à oração, visa a desenvolver nos candidatos um apego mais profundo à pessoa de Cristo. Ele tende a fazer descobrir melhor e a experimentar a vida segundo o Evangelho. É uma iniciação teórica prática à vida da Sociedade, pelo estudo de sua história e de suas grandes orientações missionárias, pela transmissão da tradição viva e pela formação para a vida fraterna segundo o seu espírito. Assim ele permite uma continuação do processo de discernimento. Desde essa etapa, a formação é internacional. Ele é organizado em nível da Sociedade, sob a responsabilidade imediata do Superior Geral e de seu Conselho.
O Ano Espiritual é regido pelo Direito próprio da Sociedade. 
A duração do Ano Espiritual é de aproximadamente dez meses. 
A idade mínima para começar o Ano Espiritual é de vinte anos. O limite de idade para a admissão é de trinta e cinco anos.